Cenário brasileiro: irracionalidade política 


Nós temos alguns níveis no debate político brasileiro:

Temos os religiosos que beatificam autores, teorias ou ideias e deitam a realidade em suas fantasias.

Temos os racionais e científicos que buscam a teoria que explica o movimento da realidade em sua complexidade e não têm problema em abandonar um esquema explicativo furado face o real.

Temos o analfabeto político, que usa termos como “corja”, “esquerdismo”, “esquerdista”, “esquerdopata” porque lê a Veja, que diz que o comunismo matou milhões e que o Lênin era ditador (mas não sabe nem o que foi a NEP ou um kolkhoz, que ouvi dizer sobre mencheviques e que sovietes é uma lembrança remota na memória), que se vale da categoria política de “totalitarismo”, reivindicado, sem saber, o legado tragicômico da Société du Mont Pèlerin, que acha que corrupção é opção política populista (outra categoria política inepta) de quem tem algum projeto de manutenção no poder, que critica a luta de classes porque olha o mundo a partir de seu particular conforto social de fração de classe privilegiada, que reproduz um palavrório conservador porque ao invés de pensar reproduz o senso comum mais básico, que acha que soluções fáceis resolvem problemas complexos e assim defendem a militarização da vida social ou o encarceramento de jovens contra a violência, a meritocracia contra a “preguiça” e a igualdade racial e de gênero contra feministas e cotistas, afinal todo mudo tem uma prima que venceu na vida ou “inclusive amigos negros”, que acha que rico é rico porque trabalhou e não sabe o que é rentismo, grilagem de terras ou qualquer meio escuso de enriquecimento, que defende a ditadura porque, a despeito de algumas unhas arrancadas vivemos uma “ditabranda”…

Pois é, a lista é imensa. Mas já deu pra entender que a irracionalidade move aquela que santificam Lula e que idolatram Bolsonaro, para pegar dois extremos de um mesmo fenômeno alienante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s