Inexistência de justificativa econômica para o bloqueio norte americano a Cuba à luz modelo Heckscher–Ohlin

Cuba e Estados Unidos: por que o bloqueio econômico ainda ocorre?

Com a reabertura das relações diplomáticas entre Cuba e os EUA no dia de hoje (17/12/2014), posto um artigo que fiz para o curso de Economia Internacional na FEA USP. O artigo (escrito no terceiro ano da Graduação) visava responder uma pergunta:

Uma preocupação comum em países desenvolvidos é que o comércio com nações mais pobres traria prejuízos para os trabalhadores locais. Discuta os efeitos do comércio sobre o mercado de trabalho dos países desenvolvidos. Há argumentos para políticas protecionistas nesse caso?

Utilizando o modelo de Heckscher–Ohlin, tentamos mostrar como não existem motivos econômicos plausíveis para a manutenção do bloqueio econômico. Segue artigo:

Abertura comercial e mercado de trabalho – modelo Heckscher–Ohlin no estudo entre Cuba e EUA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s