Cuba e o que a mídia brasileira não mostra

Caros e Caras,

 

Peço encarecidamente que leiam o texto abaixo. Hoje é o terceiro dia de reportagens acerca de Cuba que o Jornal Nacional está fazendo. Nos três dias anteriores você viu pobreza, miséria e pessoas muito tristes. Isso é verdade?  Sim e NÃO! Como assim, sim e não?

Pois bem, como em qualquer país Cuba enfrenta problemas, tem dificuldades. Não podemos esquecer que qualquer cidade, qualquer país, qualquer continente tem suas contradições, suas mazelas.

A Globo, parte da mídia manipulada seleciona certos aspectos daquela Ilha a fim de demonizar o povo que acredita em um projeto político, em governantes que lutam para melhorar o País. Pensemos um pouco, porque Cuba é pobre? Cuba é uma ilha, produz açúcar, tabaco e alguns gêneros alimentícios. Qualquer lugar no mundo, entretanto, não consegue sobreviver fechado, sem vender e comprar de outros países. Desde 1962, os EUA iniciaram um Embargo econômico, financeiro e comercial à Ilha – o que, durante alguns anos deu fôlego para Cuba foi a “mesada” que a URSS mandava ao povo cubano. Para entender melhor do Bloqueio (Embargo) (http://pt.wikipedia.org/wiki/Embargo_dos_Estados_Unidos_a_Cuba).

Porém, em meio às dificuldades econômicas, no campo social Cuba é referência. É o ÚNICO país da América Latina e Caribe a erradicar a desnutrição infantil, reconhecido pela UNICEF, agência da ONU. (http://www.youtube.com/watch?v=j7p2Ksx6RWE&feature=player_embedded)

O IDH cubano é melhor que o do Brasil. Porque olhar o IDH? O IDH é composto da seguinte forma:

 

Portanto, o IDH, além de agregados monetários tem uma dimensão social importante mostrando melhor a qualidade de vida e não somente aspectos econômicos. Comparemos, portanto, o Brasil e Cuba.

BRASIL:

Indicadores sociais
   
 – IDH (2011) 0,718 (84.º) – elevado
 – Esper. de vida 73,5 anos (92.º)
 – Mort. infantil 19,3/mil nasc. (106.º)
 – Alfabetização 90,4% (94.º)

 

CUBA:

Indicadores sociais
 – IDH (2009) 0,876 (51.º) – elevado
 – Esper. de vida 78,3 anos (37.º)
 – Mort. infantil 5,1/mil nasc. (28.º)
 – Alfabetização 99,8% (1.º)

 

Entre parênteses vemos a colocação dos países. O IDH de CUBA os coloca na 51ª posição enquanto estamos na 84ª, bem como a mortalidade infantil que lá é a 28ª, a nossa a 106ª. Por último, em termos de alfabetização, Cuba é a PRIMEIRA colocada, sim, a primeira; e nós, o nonagésimo quarto.

O que as pessoas tanto dizem? Educação liberta, povo educado é povo consciente, que sabe eleger seus líderes… Cuba durante muitos anos reinvestiu o dinheiro todo em três áreas centrais à formação de cidadãos, Educação, Saúde e Esportes.

Há poucos dias os médicos cubanos conseguiram chegar a uma formulação de uma vacina contra o câncer de pulmão (http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/reuters/2011/12/06/cuba-registra-vacina-contra-cancer-de-pulmao-na-america-latina.jhtm).

 

É interessante notar que a saúde é TOTALMENTE GRATUITA e todos, sim, TODOS têm acesso. A Globo falou da moça e de seu presente ao médico? Pois bem, vejamos alguns bombeiros do WTC em Cuba (http://www.youtube.com/watch?v=FFpKgYwA4fQ). Este vídeo é de um documentarista norte-americano, Michael Moore, que foi até lá para ver como era na prática.

 

Quando houve o terremoto no Haiti, logo após o desastre uma equipe médica já estava no local, prestando assistência às vítimas. (http://youtu.be/6DikHDHXvL0) Enquanto os EUA mandavam o Exército, Cuba mandava médicos.

E quando se fala das liberdades individuais? Há poucos dias o atual presidente, Raúl Castro, irmão de Fidel, libertou quase 3000 presos (http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5533964-EI8140,00-Cuba+ja+libertou+mais+de+mil+presos+diz+orgao+da+oposicao.html).

Até que para uma “Ditadura”(sic) Cuba é bem progressista, não? Aliás, uma ditadura(sic) teria este apoio popular? (http://brasilmobilizado.blogspot.com/2011/05/videos-do-primeiro-de-maio-em-cuba.html) [VEJAM OS VÍDEOS E COMPROVEM. 1º de Maio em Cuba].

É pessoal, realmente parece que muitas informações chegam um tanto enviesadas aqui para nós. Crescemos aprendendo que Cuba é uma Ditadura, que Fidel é um ditador, Che um assassino. Será?

A história de Cuba é a história de um povo lutando pelo seu direito de autodeterminação, é a história de uma Ilha que derrotou o Império Norte Americano para poder libertar o povo das amarras daqueles que faziam da Ilha um bordel, um grande cassino.

Não estou querendo entrar na dicotomia superficial e maniqueísta de BOM x MAU. Apenas quero mostrar aos que não conhecem algumas coisas de Cuba que existe muito mais do que a nossa mídia tenta passar. Por exemplo, há alguns meses uma norte-americana foi entrevistar Fidel, em Cuba, e ele disse que o Capitalismo não atendia às necessidades humanas e estava fadado ao fracasso, chegaria ao seu termo histórico (fim histórico). Qual foi a manchete? “Fidel diz que o Socialismo está quebrado e por isso fadado ao fracasso”. Pouco depois a jornalista se retratou, com uma mísera notinha dizendo que houve algum tipo de erro de interpretação, algo do tipo. Nós, que entendemos ou vamos atrás de outros meios de informação até podemos perceber a desviada ideológica de algumas empresas e meios midiáticos, mas alguns órgãos de imprensa dessa mídia suja e golpista utilizam-se dessas confusões como contrapropaganda. Um exemplo? A Veja publicou (http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/sistema-socialista-se-mostra-fracassado-em-cuba). No entanto, o que foi discutido nos documentos oficiais e nas discussões nas instâncias cubanas é de atualização e aprofundamento do Socialismo. Diametralmente oposto ao que o Brasil veiculou em suas mídias.

 

Por fim, pretendo esclarecer às pessoas Cuba não é um paraíso, não é perfeito e tem seus erros. Porém, um local onde não há crianças dormindo nas ruas, todos têm trabalho, educação e moradia, mesmo que precários e acesso à saúde; realmente esse local é muito mais humano do que essa sociedade que nos ensina a competir, a sermos os melhores, que não somos coletivamente coesos, que nossa coesão se dá do distanciamento das pessoas. Não é da competição nem da transformação das nossas relações sociais em relações de interesses, em relações entre as coisas que conseguirmos atingir toda potencialidade humana que nos resta.

Cuba é pobre, tem suas carências, mas é feliz, é livre e soberana.

Aqui, um breve histórico da Revolução Cubana (http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolu%C3%A7%C3%A3o_Cubana) e quem quiser informações direto de lá, de pessoas que moram lá ou textos traduzidos, acessem a este blog (http://convencao2009.blogspot.com/).

 

Viva Cuba Socialista!

 

Bruno Miller Theodosio

7 respostas em “Cuba e o que a mídia brasileira não mostra

  1. Por que as aspas em “ditadura” ?
    Seu contra argumento de que Cuba não seria tão repressora das liberdades individuais é cômico: “Foram libertados 3000 presos políticos”. É argumento ou piada isso?
    Enfim, não vou escrever muito, mas basicamente o método empregado por você no texto é:
    – Existem dois tipos de mídia. A pró-Cuba é a esclarecida ; a anti-cubana é dita manipulada e manipuladora.
    – Os pontos econômicos/sociais positivos são resultado da revolução ; os pontos negativos são fruto do imperialismo americano.
    -A grande prova de que há liberdades e direitos respeitados em Cuba é a libertação de 3000 presos políticos. (Realmente, que paraíso!)
    -Subestima os custos do regime: falta de liberdade, seja de expressão, política, de ir e vir, etc etc, isso são apenas mínimos custos necessários, praticamente banais perante ao grande projeto.
    Enfim, seu texto é ideológico demais.

    • Não se trata de mídia esclarecida ou manipuladora. Cada uma dá enfase no que lhe convém, o que o cara que mostrar é que tem pontos bem positivos em Cuba que a Veja não mostra, por exemplo. Se você leu bem o intuito aqui é fugir do maniqueísmo.

      O Neoliberalismo estadunidense realmente não proporcionaria nem metade dos pontos econômicos/sociais positivos, logo, eles são mais fruto da revolução.
      Isto porquê? Privatização é o caminho oposto para a garantia do acesso de todos a educação, saúde, e outras previdências sociais.

      Nestes pontos eu dou razão ao autor.

      Seu argumento sobre os presos políticos mostra que você no mínimo quer distorcer a notícia, ou não sabe ler mesmo. Foram libertados cerca de 2,9 mil presos, dentre estes, apenas 3 presos políticos.
      Tomo a liberdade de citar uma passagem da reportagem “não serão incluídos neste benefício, salvo exceções, presos por delitos de espionagem, terrorismo, assassinato, tráfico de drogas, pedofilia, abuso sexual, roubo de imóvel e corrupção de menores.”

      Acho que não preciso acrescentar mais nada.

      • Obrigado Pablo, você captou completamente o “espírito” do artigo. Sua intervenção foi esplendorosa, muito obrigado!

        Abraços

    • Bom o direito e ir e vir ja esta permitido,se fosse tão ditador porque aquela blogueira sai e volta quando quiser e ainda sai falando mau do seu proprio país aos quatro cantos da terra?e ainda pelo que vi na reportagem ela vive muito bem em cuba .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s